Tomate: Lavouras de Caçador estão sadias e produtivas

A incidência de viroses neste ano está bastante inferior à verificada em 2019, uma vez que os produtores estão optando por cultivares resistentes

As praças de Caçador e Urubici (SC) iniciaram a colheita da safra de verão 2019/20 de tomate no final de dezembro de 2019 e, até o momento, as roças vêm apresentando boa produtividade. Em Caçador (SC), a maioria dos produtores começou as atividades em 20 de dezembro e, apesar da ocorrência de bacterioses (por conta de precipitações), o desenvolvimento das lavouras está positivo – devido ao clima mais seco entre a última quinzena do ano passado e início deste mês, que facilitou o controle das doenças e favoreceu a qualidade dos frutos.

Além disso, a incidência de viroses neste ano está bastante inferior à verificada em 2019, uma vez que os produtores estão optando por cultivares resistentes. Em dezembro, a produtividade média da região foi de 333 caixas/mil pés, enquanto o preço médio do tomate salada longa vida ponderado pela classificação ficou em R$ 29,18/cx.

Na parcial de janeiro (06 a 24/01), as cotações estão nos mesmos patamares registrados no mês anterior, de R$ 30,11/cx. De acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, como as lavouras colhidas neste mês e no próximo estão com sanidade melhor do que as primeiras, cujas atividades ocorreram em dezembro, a expectativa é que o rendimento também seja maior.

Fonte: Cepea/Hortifruti
Foto: Divulgação
Comentários
Carregando...