Setor de entretenimento sente os impactos do coronavírus

A cantora Bruna Manenti, a dupla Anderson e Fernando e o cantor Francis Lee conversaram com a nossa reportagem sobre o futuro incerto do setor

Músicos catarinenses, técnicos de som e iluminação, promoters de eventos e demais profissionais da área cultural sentem os impactos imediatos da pandemia corona vírus. Com todos os eventos cancelados e sem previsão de retorno às atividades a situação deixa incertezas para a área do entretenimento. Para ver de perto a situação deste setor, a Rádio Caçanjurê ouviu três realidades de artistas locais e regionais.

A dupla Anderson e Fernando, comemora neste ano 10 anos de carreira. O ano que tinha tudo para ser marcante, acabou se tornando um ano de incertezas. Apesar da dupla fazer shows de forma alternativa, ambos tendo outras atividades remuneratórias, o impacto financeiro será grande, conforme explica Anderson.

 

Bruna Manenti, diferente da dupla Anderson e Fernando, vive da música. É musicista profissional, e recebe pelos trabalhos e shows que faz. Bruna cancelou a agenda de shows dos próximos meses e sente na pele os impactos da pandemia.

 

Já o cantor Francis Lee também não sobrevive apenas da remuneração de shows. Mas se solidariza com colegas que sentiram forte o impacto.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Jornalismo Rádio Caçanjurê