Secretário de Infraestrutura do Estado é exonerado após polêmica com deputado Cobalchini

Parlamentar teria sido impedido de participar de uma audiência com o secretário

O secretário Carlos Hassler foi exonerado do cargo de secretário de Infraestrutura do Estado na tarde desta quinta-feira, 6. O fato ocorre após a polêmica envolvendo o deputado estadual Valdir Cobalchini (MDB).

O episódio aconteceu na terça-feira. O encontro tinha a presença de representantes da prefeitura de Pinheiro Preto. O grupo levava uma demanda burocrática ao secretário e tinha o deputado estadual como integrante da missão. Mas o parlamentar teria sido impedido por Hassler de participar da reunião ao entrar na sala.

Cobalchini então levou o caso para a Assebleia Legislativa e a Mesa Diretora da Casa emitiu uma nota de repúdio contra o tratamento dado ao deputado. Durante a sessão, vários parlamentares manifestaram solidariedade a Cobalchini e advertiram o governo sobre o respeito ao Parlamento, à democracia e à representação popular.

 

Em nota ao colunista Ânderson Silva, da NSC, Hassler pediu desculpas, mas rejeitou a nota de repúdio feita pela ALESC. Hassler é o primeiro secretário do governo Carlos Moisés da Silva a deixar o alto escalão. Segundo apurou a coluna, o clima para o secretário não era nada favorável nos últimos dias dentro da própria secretaria. O secretário-adjunto da pasta, Thiago Augusto Vieira, é quem assume o comando da secretaria.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê com informações Ânderson Silva/NSC
Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL
Comentários
Carregando...