Secretaria de Agricultura sensibiliza sobre a importância da preservação do Meio Ambiente

A data 5 de Junho foi intitulada como o Dia Mundial do Meio Ambiente

A data 5 de Junho foi intitulada como o Dia Mundial do Meio Ambiente, tendo o objetivo de sensibilizar a sociedade sobre a importância da preservação e proteção dos recursos naturais. Por isso, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Caçador, conscientiza sobre a importância deste movimento e relembra as ações que desenvolvem no decorrer do ano relacionadas à proteção do meio ambiente.

“É um momento que chama a atenção para a necessidade de refletirmos criticamente sobre os desafios ambientais atuais. Refletirmos como consumimos e descartamos, como planejamos, construímos, nos alimentamos, desenvolvemos e, acima de tudo, compartilhamos nosso planeta e seus recursos com as outras formas de vida”, afirma a bióloga, Andréa Tozzo Marafon.

A Secretaria de Agricultura desenvolve uma série de ações relacionadas à proteção do meio ambiente. “Atuamos na educação ambiental, através do desenvolvimento de ações junto às instituições de ensino e comunidade em geral. Fiscalizamos, implementamos projetos de proteção às nascentes e áreas de preservação permanente, produzimos e distribuímos mudas de espécies arbóreas nativas frutíferas, além de orientarmos e acompanharmos os processos de licenciamento ambiental das obras e intervenções da própria Prefeitura de Caçador”, enfatiza Andréa.

Além disso, a Secretaria está envolvida na gestão dos resíduos sólidos domiciliares, e prepara a reestruturação da coleta seletiva no município, assessorada pela ONG Recicleiros, buscando maior inclusão social e ao mesmo tempo oferecendo aos cidadãos uma cidade mais limpa e sustentável.

O secretário de Agricultura, Arnaldo Bertotto, afirma que cada pessoa, instituição ou organização tem a responsabilidade nesse processo ambiental. “Precisamos ser ativos, assumirmos as mudanças de atitudes e valores necessários para garantir a superação dos problemas ambientais que enfrentamos. Somente a gestão compartilhada e participativa será capaz de fazer a diferença e transformar a realidade preocupante que vivemos, em um futuro cheio de possibilidades”, finaliza Bertotto.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Foto: Assessoria de Imprensa