Região Meio Oeste volta a ter números positivos na geração de emprego

Destaque ficou para Caçador, com 90 novas vagas criadas, seguida por Capinzal e Treze Tílias

Depois de meses com saldo negativo na geração de empregos, principalmente por conta da pandemia do coronavírus, as regiões da AMARP e AMMOC voltaram a apresentar mais admissões do que demissões. Os dados são do mês de junho e foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

A AMMOC teve um aumento de 212 pessoas com carteira assinada, enquanto a AMARP registrou saldo positivo de 127. Ainda que em números tímidos, dos 27 municípios que compõem as duas regiões, apenas nove registraram mais demissões no período.

O destaque ficou para Caçador, com 90 novas vagas criadas, depois de um trimestre de reduções. Quem também apresentou um número expressivo foi Capinzal, com 66 novas vagas. Treze Tílias, impulsionado principalmente pela indústria, teve um acréscimo de 52 vagas. O município de Joaçaba encerrou junho com 29 admissões a mais. Em Fraiburgo, que vinha de grande redução no emprego, apresentou uma alta de 24 novas vagas.

No outro lado da balança, nos municípios que registraram queda no emprego está Tangará com 15 desligamentos, Lebon Régis, com nove, e Rio das Antas, com seis. O município de Videira encerrou o mês de junho com uma demissão a mais do que admissão.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Ilustração