Jorge Barcellos revela emoção em disputar a primeira decisão do Brasileirão Feminino

Treinador destacou processo de reestruturação do clube que resultou na classificação

Aconteceu nesta sexta-feira, 20, no auditório da sede da CBF, o primeiro Media Day de apresentação das finais do Brasileirão Feminino. O evento contou com a participação dos técnicos e das capitãs das equipes finalistas.

Técnico do Avaí/Kindermann, Jorge Barcellos, chega a sua primeira decisão da competição nacional. No currículo, o treinador possui a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio 2007, o vice-campeonato da Copa do Mundo Feminino 2007 e a prata na Olimpíada de Pequim, em 2008.

A história no clube começou em 2017, quando Jorge assumiu o comando da equipe catarinense a convite do presidente Salézio Kindermann. Após quatro anos de trabalho, o treinador conseguiu alcançar a decisão.

“Para mim está sendo muito especial, já passamos por outras decisões, mas é sempre uma novidade. Batalhamos por quatro anos na reestruturação do clube e fomos aos poucos. No futebol, nós estamos acostumados com o imediatismo, mas com o tempo foi provado que dá para avançar, e ainda mais apostando nas pessoas certas. No final, nós fomos os facilitadores, mas quem executa são elas, as jogadoras, elas que merecem todos os elogios”, disse Jorge Luiz Barcellos.

Durante estes quatro anos, o Avaí/Kindermann buscou construir um trabalho importante a longo prazo, dando base a formação das atletas em sua equipe. Para o treinador, este foi o principal motivo para o time finalmente chegar à final do Brasileirão Feminino A-1, e se manter com um plantel competitivo a nível nacional no futebol.

“Toda final e toda derrota vai somando. Isto diminui o nervosismo e auxilia na tomada de decisões. Você ser exposto às decisões, este passado te dá um preparo. Eu sou um cara detalhista, é preciso ser engajado no que se quer fazer. Devemos saber conviver com a derrota e com a vitória. Este crescimento que tivemos nestas competições fez com que chegamos preparados para estas novas etapas”, concluiu Jorge Luiz Barcellos.

A aguardada final do Campeonato Brasileiro Feminino se inicia no próximo domingo, 22, às 20h, na Ressacada, em Florianópolis. O confronto de volta entre Avaí/Kindermann e Corinthians, que definirá quem levantará o troféu, será disputado no dia 6 de dezembro, às 20h, na Neo Química Arena, em São Paulo.

Fonte: Assessoria CBF
Foto: Mariana Sá / CBF