Homem é preso após mulher acionar botão do pânico

Aplicativo foi criado pela Polícia Militar para dar agilidade a chamados de mulheres vítimas de violência

Na manhã deste sábado, 14, uma guarnição da Polícia Militar de Caçador efetuou a primeira prisão em flagrante resultante do acionamento do Botão do Pânico por mulher acompanhada pelo programa Rede Catarina.
A mulher que acionou a Polícia Militar possui uma Medida Protetiva expedida pelo Poder Judiciário de Caçador por ter sido vítima de violência doméstica por parte de seu ex marido.
Desde a expedição da Medida Protetiva a mulher recebeu o apoio da Polícia Militar por meio do atendimento da Rede Catarina. Uma Policial Militar feminina fez contato com a mulher, criando um canal de comunicação para sanar eventuais dúvidas e instruindo-a para instalação do botão de pânico em seu celular.
O Botão de Pânico deve ser utilizado pela mulher vítima de violência doméstica quando o agressor descumpre a Medida Protetiva. Essa ferramenta permite que a vítima acione a Polícia Militar de forma discreta e rápida, sem que seja necessário uma ligação para o 190.
Mais de 80 mulheres em Caçador e região já passaram pelo atendimento e muitas delas estão com o Botão de Pânico ativo.
O maior objetivo do programa Rede Catarina é fornecer ferramentas de proximidade entre a vítima de violência doméstica e a Polícia Militar aumentando assim a sensação de segurança da mulher.
Fonte: Rádio Caçanjurê
Foto: Ilustração