Governo do Estado confirma segunda morte por febre amarela em 2020 e reforça importância da vacina

O homem, de 57 anos, não tinha registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI)

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que foi confirmado o segundo óbito por febre amarela em Santa Catarina. A morte aconteceu no dia 13 de março, em Indaial. O homem, de 57 anos, não tinha registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI). A SES reforça mais uma vez a importância de todos os moradores de SC com mais de 9 meses procurarem a imunização que é gratuita e está disponível nos postos de saúde.

Santa Catarina já havia registrado em março a morte de um homem de 42 anos, morador de Camboriú, também pela doença. Assim, contabilizando as duas mortes, o estado soma 12 casos confirmados da doença em humanos nos municípios de: São Bento do Sul, Jaraguá do Sul, Blumenau (3), Pomerode (2), Camboriú, Indaial (3) e um morador de São Paulo, que esteve em Pomerode.

Com relação aos macacos, o estado contabiliza 39 macacos mortos por febre amarela nas cidades de Blumenau (21), Gaspar, Indaial (3), Pomerode (4), Timbó, Jaraguá do Sul, Campo Alegre (3), São Bento do Sul (3), Luís Alves e Doutor Pedrinho).

Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Assessoria de Comunicação