Frigorífico instalado em Caçador recebe certificado de Inspeção Estadual

Espaço gerou 40 novos empregos mesmo em momento de pandemia

Todo o investimento em um novo negócio ou na ampliação requer empenho e dedicação dos proprietários. Em meio a uma pandemia que trouxe prejuízos mundiais isso torna a tarefa ainda mais difícil. Mas não foi isso que impediu a família Rossi de sonhar.

Nesta sexta-feira, 29, os profissionais da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) fizeram a entrega do Selo de Inspeção Estadual para a nova estrutura instala no distrito de Taquara Verde, em Caçador. O documento permite a venda dos produtos para toda Santa Catarina.

O proprietário do estabelecimento, Rudinei Antonio Rossi, falou sobre a ampliação da empresa. “Estamos felizes por receber o certificado que permite ampliarmos as vendas mesmo em um período de dificuldades. Adotamos cautela com funcionários, colaboradores e fornecedores, mas sabemos que as coisas vão melhorar”, afirmou o proprietário.

“Estamos feliz em fazer essa entrega do certificado que permite a comercialização em todo o Estado, seguindo as normas estabelecidas pela Cidasc”, afirmou a responsável regional do serviço de inspeção da Cidasc, Bianca Ximenes.

O sonho de empreender que iniciou embaixo de um pé de guavirova se transformou em uma unidade ampla, que possibilitou a geração de emprego para 40 pessoas de maneira direta. Além disso, a intenção é aumentar o número de colaboradores para sonhar ainda mais alto. “Queremos nos próximos 90 dias conquistar o Selo de Inspeção Federal para vender no Brasil todo”, destacou Rossi.

A intenção da família agora é contar com um ponto de venda também na unidade instalada às margens da SC-350. “Tem que ter força e fé para lutar porque tudo é difícil. A história da empresa, da minha família, foi colocada aqui para lembrar a trajetória que tivemos para chegar ao nosso sonho”, finalizou emocionado.

Frigorífico instalado em Caçador recebe certificado de Inspeção Estadual

Todo o investimento em um novo negócio ou na ampliação requer empenho e dedicação dos proprietários. Em meio a uma pandemia que trouxe prejuízos mundiais isso torna a tarefa ainda mais difícil. Mas não foi isso que impediu a família Rossi de sonhar.O sonho de empreender que iniciou embaixo de um pé de guavirova se transformou em uma unidade ampla, que possibilitou a geração de emprego para 40 pessoas de maneira direta. Além disso, a intenção é aumentar o número de colaboradores para sonhar ainda mais alto. “Queremos nos próximos 90 dias conquistar o Selo de Inspeção Federal para vender no Brasil todo”, destacou Rossi.

Posted by Rádio Caçanjurê on Thursday, June 4, 2020

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Rádio Caçanjurê