Forças de segurança intensificarão a fiscalização em locais de grande concentração de pessoas

Medida será novamente adotada devido ao aumento de casos de coronavírus em Caçador

As forças de segurança intensificarão a fiscalização em locais de grande concentração de pessoas, como parque central, supermercados, bares, restaurantes, igrejas, agências bancárias e lotéricas em Caçador. A medida foi adotada devido ao aumento de casos de coronavírus.

O trabalho de fiscalização é formado por Guarda Municipal, polícias Militar e Civil, Bombeiro Militar e Vigilância Sanitária. Santa Catarina vive um momento de atenção para o avanço dos casos de Covid-19. O número de pacientes em tratamento atingiu o patamar mais elevado desde o início da pandemia e várias regiões do Estado estão com a lotação máxima dos leitos de UTI.

De acordo com o tenente Célio Alvarenga, da Polícia Militar, é necessária a conscientização da população para cumprir os decretos em vigor, usar a máscara em todos os locais públicos, higienizar as mãos com frequência e evitar aglomerações.

A coordenadora da Vigilância Sanitária, Fátima Castro, reforça que deve ser dado atenção aos protocolos sanitários, que todos continuem cuidando para não ter que responder a processos administrativos, pagar multas e não ter que fechar nenhum estabelecimento.

O diretor da Guarda Municipal, Alessandro Gonçalves, pede a colaboração de todos, pois é dever de cada um proteger sua vida e dos seus semelhantes. “Precisamos somar forças para que possamos reduzir o contágio e assim podermos preservar a saúde de cada um e a segurança de todos”, afirmou.

O delegado regional de Polícia Civil, Fabiano Locatelli, afirma que as forças de segurança continuarão atuando diuturnamente para fiscalizar o cumprimento das normas sanitárias municipais e estaduais que estabelecem restrições sociais em face da pandemia. Mas as pessoas também devem se sensibilizar e entender que o momento pelo qual passamos é delicado. “O sistema de saúde está sobrecarregado e todos os dias vidas são perdidas para o vírus. O final do ano se aproxima e aqueles momentos de festa e confraternização com familiares e amigos devem ser repensados”, resultou em comunicado.

O tenente Cirimbelli, dos Bombeiros Militares, ressalta que o controle do contágio envolve uma série de estratégias de combate à doença, como distanciamento social, uso de máscaras e rastreamento de pessoas que tiveram contato com alguém infectado.

Fonte: Jornalismo Rádio Caçanjurê
Foto: Divulgação/Polícia Militar