Caçador tem os primeiros tecnólogos em Processamento da Madeira do Brasil

A Regional Centro-Norte da FIESC realizou dia 31 de julho a formatura da primeira turma do curso técnico em Processamento da Madeira, turma 2019/1 do SENAI de Caçador. São 22 profissionais que já atuam no setor de base florestal.
A mesa diretora da sessão de Conclusão do curso de Técnico em Processamento da Madeira teve a presença de Daniel Tenconi, gerente executivo SESI, SENAI e IEL da Regional Centro-Norte da FIESC, Leonir Tesser, vice-presidente Regional da FIESC, Edson Fezer, secretário de Governo, no ato representando o prefeito de Caçador Saulo Sperotto e Aurélio De Bortolo, presidente do Sindicato da Madeira de Caçador (SIMCA). A solenidade teve a presença dos alunos formandos, de colaboradores da Regional da FIESC e lideranças empresariais. Seguindo o protocolo de saúde e segurança contra a Covid-19, a solenidade teve restrição de público, contando com transmissão ao vivo pelo canal da Regional Centro-Norte no YouTube.
O formando Jorge Luiz Lima Meireles fez o discurso em nome da turma. Ele agradeceu o apoio dos familiares e das empresas. Também destacou a dedicação de todos os colegas, professores e equipe técnica do curso. A formanda Ana Paula de Souza Lemes Dal Acqua fez o juramento.
Leonir Tesser, vice-presidente Regional da FIESC parabenizou todos os formandos e agradeceu toda a equipe da FIESC, empresas, sindicato e profissionais pelo trabalho desde as primeiras tratativas para implantar o curso técnico específico para o setor da madeira. “Este é um curso inédito no Brasil. A demanda foi apresentada para a FIESC e houve a união de esforços e o compartilhamento de informações para construir este curso que garante uma formação dentro da realidade das indústrias”, destaca.
De acordo com Daniel Tenconi, gerente executivo SESI, SENAI e IEL da Regional Centro-Norte da FIESC, a criação e oferta deste curso técnico tem o propósito de alavancar a produtividade da região, proporcionando profissionais mais qualificados. “Essa foi uma demanda das indústrias da região. Um comitê técnico setorial com representantes de indústrias de base florestal foi formado para elaborar a ementa e conteúdo programático do curso. Agradecemos toda a nossa equipe pelo trabalho”, salienta.
Formar e capacitar profissionais para atuar no segmento madeireiro tem um grande significado para a FIESC que atualmente está com três turmas em andamento, atendendo 11 empresas do segmento.

Os formandos:
Adriano dos Santos, Ana Paula de Souza Lemes Dal Acqua, Aurelio Dalla Santa, Carlos Eduardo da Silva Gonçalves, Daniel Carvalho Muller, Eduardo Cordeiro, Fabio Sutil, Gilberto Souza da Silva, Iolando Alexandrino Pereira, Ires dos Santos Emidio, Jaqueline Moreira, Jorge Luiz Lima Meireles, José Augusto Nestor, José Rubens Gonçalves, Juliano Abranges, Leonardo Picolotto, Maxceli da Silva Santos, Moises Moreira Ramos, Patricia Aparecida da Silva, Paulo Cesar Ferreira, Robson Ribeiro Alves, Samuel Blaskowski.

Curso inédito no Brasil
O setor madeireiro é destaque no que diz respeito à empregabilidade no município. De 25 mil
trabalhadores formais, 12 mil são trabalhadores da indústria, e destes, metade, ou seja, seis mil
trabalham diretamente no ramo de móveis e madeira.
Em 2018 as empresas do Setor Madeireiro de Caçador manifestaram a necessidade de desenvolvimento profissional de seus trabalhadores por meio da formação técnica.
Em fevereiro de 2019 a FIESC, por meio do SENAI de Caçador, iniciou a primeira turma de Técnico em Processamento da Madeira no modelo de oferta Técnico Indústria com a participação das empresas Frameport, Temasa, Tesser Madeiras e Sincol.