Avaí Kindermann bate invencibilidade do Santos no Brasileirão Feminino

Com a vitória, o time sobe na tabela e soma 13 pontos. A 7ª rodada do Brasileirão será em SP, contra o Palmeiras no próximo domingo.

O Avaí Kindermann venceu a equipe do Santos pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A-1. A partida aconteceu no Estádio Municipal Doutor Carlos Alberto da Costa Neves, em Caçador (SC). A vitória do Avaí Kindermann bate a invencibilidade do Santos, que até então havia ganho todas as partidas do Campeonato, com a melhor defesa, sem levar nenhum gol.

A atacante Duda abriu o placar da partida aos 35 minutos do primeiro tempo,  em uma cobrança de pênalti. Duda comemorou também o seu primeiro gol no campeonato. “Eu estava sentindo antes do jogo começar que faria uma boa partida. Ficar tanto tempo sem jogar deu com certeza um gás a mais pro jogo. Estou muito feliz em poder contribuir com a equipe e agora é foco no próximo adversário”, disse Duda.

Aos 21 minutos do segundo tempo, Tayla marcou para o Santos e empatou o jogo. Mas aos 24 minutos, Lelê marcou mais um, finalizando o placar em 2×1 para o Avaí Kindermann.

Nos minutos finais da partida a Zóio da equipe do Avaí Kindermann acabou sendo expulsa, mas mesmo assim o time seguiu até o final dominando o jogo.

O técnico Jorge Barcellos avaliou positivamente a partida. “Nós trabalhamos muito duro para conseguir essa vitória. Uma boa parte da partida jogamos com uma jogadora a menos, devido a expulsão da Zóio, mas estou orgulhoso do resultado e agora vamos estudar nosso próximo adversário”, disse Jorge.

Com a vitória, o time sobe na tabela e soma 13 pontos. A 7ª rodada do Brasileirão será em SP, contra o Palmeiras no próximo domingo.

 

Vidas Negras Importam

As atletas do Avaí Kindermann ainda surpreenderam a todos com um movimento em apoio a campanha Vidas Negras Importam. O movimento ganhou espaço em todo mundo e com a volta do futebol feminino, alguns times tem tomado a iniciativa de expor o apoio e respeito por todas as vidas, independente de cor. Minutos antes do jogo começar, as atletas ajoelharam, e levantaram o punho direito em apoio a causa.

Fonte: Ascom Avaí Kindermann
Foto: Andrielli Zambonin