Agricultor encontra cobra considerada a segunda espécie mais peçonhenta do Brasil

Caso aconteceu em Tunápolis, no Oeste catarinense; Polícia Militar foi acionada

Uma serpente da espécie Bothrops jararacússu, conhecida como Jararacuçu, foi encontrada por um agricultor na manhã da última quarta-feira (19).

Segundo informações da Polícia Militar Ambiental, a serpente é considerada a segunda espécie mais peçonhenta do Brasil. Também não é comum encontrar esse tipo de cobra na região.

A cobra foi encontrada na linha Raigão Baixo, em Tunápolis, no Oeste catarinense.

O morador acionou a Polícia Militar Ambiental, após capturar a serpente, com cerca de 1,2 metros de comprimento. Segundo a PMA, na fase adulta pode atingir 2,20 metros.

A Jararacuçu é a serpente brasileira com maior capacidade de produção de veneno e quando pica alguém injeta grande quantidade de veneno. As presas do réptil medem aproximadamente 2,5 centímetros.

Orientação

A Polícia Militar Ambiental lembra que no verão o aparecimento de serpentes é mais comum, por isso é importante manter limpos jardins e os arredores das casas, além de não acumular galhos e entulhos que podem servir de abrigo para animais peçonhentos. A orientação é também não tentar capturar estes animais para não causar acidentes.

A PMA destacou que as serpentes possuem importante papel ecológico no ecossistema, como predadoras de topo, que controlam a população de roedores.

“Na saúde e pesquisa, seu veneno tem sido utilizado para estudos e produção de medicamentos, soros e vacinas. Por conta disso é fundamental a preservação destas espécies”, informou.

Fonte: Polícia Militar Ambiental
Foto: Divulgação